Na Fossa (IV)

Bem pessoal, acho que passei a fase 2/5 -[tomando um porre para suportar a dor] com louvor, me destrui no Sábado. Propositalmente, quis morrer de beber, como toda pessoa com dor de cotovelo. Fiquei com pena dos meus amigos, porque eles sabem que quando eu começo com o papo de “amigão” faltam apenas dois copos para eu caí.

A noiva de um deles me deu a maior força. Adoro eles de verdade, amizades tem esse lado bom, você pode sofrer o quanto for que os poucos e bons estarão lá.

Oficialmente, entrei e saí da fase 3/5- [tentando falar com ela].

Eu passei os últimos dias tentando contato com ela.

Liguei no celular; ela não me atendeu, ficava tocando até a caixa de mensagens

Liguei para o celular da prima; falava que iria dar o recado para ela

Liguei na casa; o pai atendeu e disse que ela estava dormindo, detalhe às 19:00 PM.

Mandei depoimentos pelo msn e orkut, e nenhuma reação

Foi então que ontem, quase que por obra do destino, que cheguei em casa após voltar de uma cliente.

Abri os e-mails do msn para limpar os Spams. Vi que tinha um e-mail dela, explicando o que estava sentindo.

Foi muito doloroso ver a dor que proporcionei à ela. Respondi o e-mail tentando demonstrar o quanto renasci depois que brigamos e oficialmente as 02:00 AM do dia 6 de julho de 2009 passei a fase 3/5.

Não vou mais pertubá-la, ela precisa de paz e tempo e será isso que vou dar à ela. E isso é o que mostra a transposição da fase 3/5, chegando ao atual estágio de fase 4/5 – [aceitando a realidade da situação] , não é uma fase muito boa para quem quer recuperar o relacionamento, mas é uma fase surpreendentemente lúcida.

Você consegue ver onde errou e já aprendeu com esses problemas, ao mesmo tempo consegue ver onde o outro errou e consegue negociar, o problema da transposição dessa fase é voláticidade.

A situação fica muito incerta, mas isso não quer dizer que você vá continuar sofrendo, você está mais à mercer do que pode acontecer. Por isso é a fase que demora mais para passar, mesmo quando você consegue reatar a relação.

Os valores foram mudados, você já não é mais a mesma pessoa que era antes e a outra pessoa também, é preciso um período de readaptação para poder transpassar essa fase. Além do mais a outra pessoa pode estar determinada a  não reatar, o que é um direito que lhe cabe, afinal o sofrimento de um não pode ser o item necessário para a felicidade de outro, isso não dura.

Assim a última Fase (5/5) tem duas possibilidades prováveis:

Fase 5/5 A – [Perdoando e aprendendo a se Perdoar], é uma fase dos filmes de Hollywood.

É a fase que o mocinho(a) do filme para o avião no aéroporto, chega no meio do casamento na hora do “deseja essa pessoa como seu legitímo esposo(a)”, procura a pessoa amada em uma casa nas montanhas …

É a fase de reconciliação, você conversam sobre todo o amor que não foi entregue, sobre a falta que o outro faz e acreditem se quiser , todos os casamentos que deram certo que eu conheço tiveram uma fase 5/5.

Porque é o momento que os dois estão mais apaixonados e estão aptos a deixar o orgulho de lado para serem felizes juntos sem barreiras.

A Fase 5/5 B – [Seguindo a vida em frente]: É a mais comum e a mais traumatizante.

Sabe aquele seu amigo de 40 anos, solteiro, sem parentes e que sai com uma mulher diferente por noite ???

Então ele passou pela fase 5/5B, é a transposição dos traumatizados.
Porque depois de passar pelas 5 fases da tristeza, embora as pessoas não sejam padronizadas à estereótipos simples, mas sim com complexas camadas de personalidade e caráter, um ser humano tende a se defender e criar o que costumo chamar de PADRÃO DE QUALIDADE INALCANSÁVEL.

Sabe esse mesmo amigo de 40 anos solteirão??? Com certeza ele teve uma namorada perfeita (pra ele) e todas as mulheres com quem sai não conseguem atingir os requisitos pré-determinados por ele, sendo assim são descartadas por ele como chiclete sem sabor.

Sabe aquela sua amiga de 35 anos, solteira e baladeira ??? Ela passou pelos 5 estágios da tristeza e formou uma bolha ao redor de si. Ela se trata como feminista e solteirona assumida, porque simplesmente desistiu de entregar o coração para homens que não à valorizaram. Tornou-se MANCA SENTIMENTALMENTE, consegue sentir alguma coisa pelo novo rapaz, porém não quer se magoar novamente e o descarta pelo mínimo motivo. Realmente como um manco ela caminha em frente, mas sempre pisa errado em algum momento.

Independentemente de qual fase 5/5 eu tiver, tanto a A quanto a B, aceitarei com dignidade.

Ambas tem suas vantagens e desvantagens, mas o que importa é que a fase não é só sua. Ele ou ela está passando pelo mesmo processo e precisa ser respeitado, talves o processo dele(a) não seja exatamente como demonstrei aqui no blog, mas ainda assim deve ser respeitado. E se for para ter uma fase 5/5 A unilateral é melhor não ter. E se for para ter uma fase 5/5 B e continuar ligando para ela(e) é porque você ainda não passou pela 4/5.

Em outras palavras, estar JUNTO com alguém é a mesma coisa que escolher uma pizza pelo telefone, você tem que combinar antes qual sabores vai pedir. A pizza é grande e você (pessoa normal com habitos alimentares normais) não vai comê-la sozinha, por isso vai perguntar para seu amado(a) qual sabor ela quer comer  antes de pedir “Giló com bacon e alho”.

Da mesma maneira a 5/5B, é a aceitação que aquela pessoa não quer mais estar com você e que o seu sofrimento é só seu, quem decide ficar sozinho tem que ficar sozinho mesmo. Não vale ligar pra ela, mandar flores, caixa de bombom, escrever na frente da calçada ou se tatuar com o nome da pessoa. Nada disso adianta, ninguém quer um namorado(a) por que tem pena dele ou porque ele fez algo extramamente irresponsável. As pessoas querem alguém para confiar, para ter segurança. Se não conseguem isso no parceiro(a) o melhor é realmente estarem sozinhas do que mal acompanhadas, ou até não estão mal acompanhadas, mas a outra pessoa não estará emocionalmente no mesmo equilibrio

O segredo é exatamente isso EQUILIBRIO, aprendi com um italiano muito bravo, que a sua simples tentativa de buscar o equilibrio já faz você prevenir, e quem sabe consertar, a maioria dos problemas que você encontra na sua caminhada.

 

Tem um mito grego que ilustra perfeitamente o que quero dizer, é o mito de Orfeu e Eurídice, vou resumir para nao ficar muito grande:

Orfeu foi o maior músico que já existiu. Ele, em suas aventuras, ao tocar sua lira acalmou o canto das sereias do mar e fez guerras pararem com o som que reproduzia.

Ele se apaixonou por Eurídice, a mulher mais bela de toda a Grécia. Tomado pela inveja, Aristeu, seu amigo, tentou estuprar Eurídice que na fuga fora picada por uma serpente e morrera com o vêneno.

Incosolado, Orfeu com sua lira atravessou o rio dos mortos convencendo o Caronte a navegar com um mortal, fez Cérbero adormecer,  e convenceu Hades o Deus dos mortos a levar de volta sua amada Eurídice.

Hades deu-lhe uma condição, Orfeu deveria fazer o caminho de volta sem que ele ou Eurídice olhassem para trás e que só se vissem quando encontrassem a luz do sol no final da caverna que dividia o mundo dos mortos do mundo dos mortais.

Orfeu sentiu Eurídice pesada ao segurar suas mãos, mas ainda assim continuou seu caminho. Ao chegarem no fim da caverna e finalmente encontrou a luz do sol, Orfeu virou-se para olhar para sua amada e descobriu que carregara uma estátua de sal. A muito Eurídice olhara para trás e contrariou a condição de Hades. Orfeu foi punido em ser dono da própria vida, um errante sem mundo com o coração partido. O mito diz que ainda ouve-se a Lira de Orfeu nas noites de junho.

Pois bem pessoas, esse (espero eu) é o último NA FOSSA, diga-se de passagem adorei escrever issa categoria, porque enquanto passava por essas fases, escrever aqui me colocou na razão de ver os lados bons e ruins, agora só falta ela, ou não.

De todo modo, posso deixar uma coisa antecipada como conselho para o pessoal que está, assim como eu, sofrendo um bocado.
Basta você responder uma pergunta para si mesmo:

“Eu estou indo para a direção que eu quero ir?”

Vai por mim, só existem duas respostas para essa pergunta e somente duas soluções. Eu pensei bem e refleti bastante, independente dos resultados sei a minha resposta.

E você, sabe a sua ?

~ por danielcelha em 06/07/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: